Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Categories

Edit Template

“Decisão técnica”, diz procurador sobre veto de João Azevêdo a volta das fogueiras de São João na Paraíba

As fogueiras permanecem proibidas na Paraíba. (Foto: Reprodução)

A lei que revogava a proibição das fogueiras na Paraíba foi aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e o governador, com base em pareceres técnicos, decidiu vetar a revogação da lei que proíbe fogueiras em áreas urbanas. A informação foi repassada pelo procurador geral do estado Fábio Andrade, no programa Arapuan Verdade desta segunda-feira (1). O veto foi publicado na edição da última sexta-feira (28), do Diário Oficial do Estado e segue para a ALPB, quando retornar do recesso. 

“Essa proibição (das fogueiras) veio na pandemia em razão dos problemas de saúde que foram registrados com a pandemia. E a Assembleia aprovou uma lei. Quando a lei é aprovada, ela não chega de imediato ao governador. Às vezes, as pessoas pensam que, aprovou na Assembleia, no dia seguinte já está na mesa do governador, mas não é assim”, disse o procurador geral do estado Fábio Andrade. 

Conforme o procurador, a Assembleia aprova, tramita internamente, manda para o governo, o governo recebe a demanda, que vai para a consultoria legislativa, dependendo da matéria, passa na PGE e só depois chega para o gestor. 

“Quando o governador recebeu, adotou a posição que entendeu que era a mais correta, com base nos pareceres técnicos tanto das secretarias, quanto da Procuradoria Geral do Estado, e essa decisão foi publicada no final da semana passada”, observou.

O procurador disse ainda que a decisão não se esgota no São João. É uma lei que fica para a vida inteira. “A decisão do governador veio na época certa depois que ele recebeu os elementos necessários para tomar essa decisão”, acrescentou. 

Em sua justificativa do veto, o governador ressaltou um decreto recente que declara situação de emergência devido ao aumento dos casos de síndromes respiratórias, frisando os dados de internações e de ocupação de leitos.

A revogação da lei havia sido aprovada pela Assembleia Legislativa no dia 4 de junho, após proposta do presidente da Casa, Adriano Galdino.

Confira também

VozPB.com.br/paraiba/reforma-predio-ipase-joao-pessoa.html” target=”_blank” rel=”noopener”>Após décadas de abandono, prédio do antigo Ipase começa a ser revitalizado em João Pessoa; saiba o que será no local

Compartilhe:

vozpb.online

Redator

A Paríba tem voz

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VozPB

Redator

A Paraíba tem Voz

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Join the family!

Sign up for a Newsletter.

You have been successfully Subscribed! Ops! Something went wrong, please try again.
Edit Template

© 2024 Todos os direitos reservados