Want to Partnership with me? Book A Call

Popular Posts

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Categories

Edit Template

Após inauguração do Hospital Pet de João Pessoa, secretário justifica que sempre “fica um resto para fazer” e critica ‘politicagem’

O secretário municipal de Gestão Governamental e Articulação Política, Diego Tavares, explicou o funcionamento do Hospital Pet de João Pessoa e o motivo de alguns setores ainda não estarem ativados no prédio. Em entrevista ao Arapuan Verdade, nesta segunda-feira (8), o Hospital Pet “é um novo serviço que está sendo aberto à população de João Pessoa, um serviço que não existia e aqui isso incomoda muito a oposição.”

Diego Tavares relatou que “a inauguração do hospital é diferente da inauguração de uma rua ou de uma praça que você abre e está ali. O hospital ele tem o seu funcionamento. Assim foi na Clínica Pet, assim é no hospital. No dia 1º de julho, o prefeito assinou um documento para que a empresa responsável pela execução do serviço começasse a funcionar. E ela tinha 30 dias. O que o prefeito fez? O prefeito disse: ‘eu não vou esperar 30 dias. O que é que vocês podem fazer antecipadamente?’ Então, hoje, teve início o atendimento de clínica ambulatorial, exames de imagem, exames laboratoriais e o serviço de castração”, justificou no Arapuan Verdade, como acompanhou o VozPB.

Ainda segundo o secretário municipal, “a próxima etapa é que a gente possa ter as cirurgias e irá funcionar nos próximos dias quando o Conselho Regional vai autorizar esse procedimento de cirurgia.”

Diego Tavares alegou, também, que “como em qualquer obra que se termina, sempre vai ficar um resto para fazer, vai ficar um reboco que precisa ser feito, sempre são detalhes que são realizados. Isso aconteceu nas obras que foram inauguradas na gestão anterior, vocês citaram algumas delas como a própria Lagoa, e assim foi sempre realizado. Agora, querem se aproveitar do momento pré-eleitoral para fazer ‘politicagem’. Aí eu não concordo.”

Questionado se entende a entrada dos vereadores no Hospital Pet foi uma invasão, Diego Tavares argumentou com a seguinte pergunta. “Como não invadiu se o alarme disparou?”

Saiba mais

 

 

 

Compartilhe:

vozpb.online

Redator

A Paríba tem voz

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VozPB

Redator

A Paraíba tem Voz

Dream Life in Paris

Questions explained agreeable preferred strangers too him her son. Set put shyness offices his females him distant.

Join the family!

Sign up for a Newsletter.

You have been successfully Subscribed! Ops! Something went wrong, please try again.
Edit Template

© 2024 Todos os direitos reservados